Analisando e entendendo (de vez) os planos e versões do Microsoft Project

Recentemente a Microsoft fez alterações em seus planos e formas de licenciamento da versão online do Microsoft Project. Uma nova opção de contratação foi inserida, outras saíram da jogada. Se você não entende muito bem as formas de licenciamento ou a diferença entre as versões disponíveis, ou sequer sabia que o Project tinha uma versão online, fique tranquilo, seus problemas acabaram!

Antes de mais nada é preciso separar duas coisas:

  1. Você gerencia projetos e programas.
  2. Você gerencia, também, portfólio de projetos.

Entender a real diferença entre eles não é o que faremos aqui, mas de forma bem resumida, basta você saber que um programa é um conjunto de projetos alinhados para atender um mesmo fim, a união dos projetos forma o programa que, por sua vez, possui um objetivo maior. Já o portfólio representa todos os projetos e demandas que você possui na sua empresa, como na maioria dos casos não é possível sair executando tudo de uma vez, precisamos selecionar os projetos que trarão melhor custo benefício e priorizar.

1

Daqui pra frente a coisa fica mais fácil! Basicamente existem duas categorias do produto, cada um com suas respectivas versões.

  1. Project Server/Online (versão online ou servidor local)
  2. Project Professional/Standard (software desktop)

A Microsoft separa como “Soluções Baseadas na Nuvem” e “Soluções Locais”.

Então vamos por partes:

Quando o assunto for gerenciamento de PORTFÓLIO DE PROJETOS, estamos falando de Project Server e Online. Mas há diferença entre os dois?

A grosso modo muito pouca, é o mesmo produto porém a versão Server roda local, nos servidores da sua empresa, o que lhe exige um esforço de implantação e manutenção maior. A versão Online está na nuvem, nos servidores da Microsoft, em um ambiente super seguro que lhe minimiza muito tempo, e talvez dinheiro, por não ter de se preocupar com backups, bancos de dados e todas aquelas coisas de arrancar os cabelos que seu técnico de TI sempre possui uma má notícia.

ATENÇÃO: O PROJECT ONLINE NÃO É UMA VERSÃO DO SOFTWARE DESKTOP QUE RODA NA NUVEM.

Além de não possuir uma série de recursos do Project Professional, ele necessita da versão desktop para realizar algumas funções. São produtos complementares, o Project Professional se conecta ao Project Online/Server e, juntos, eles formam a solução completa para gestão de Projetos, Portfólio e Colaboração da Microsoft.

Captura de Tela 2016-08-29 às 20.32.42

E o Project Professional e Standard? Estes são para aqueles que necessitam somente de gerenciar projetos em um ambiente sem muita colaboração. A diferença entre os dois está em recursos de utilização. O Professional possui todos os recursos e ferramentas avançadas, já o Standard é limitado e básico, não possui todas as funções disponíveis o que, na minha opinião, não me deixa entender sua existência a julgar pelo preço cobrado. R$ 2.999,00 por um software deste segmento sem os recursos que ele não entrega não é nada agradável, mas falaremos disso a seguir.

Captura de Tela 2016-08-29 às 20.34.01

Por fim, a parte que dói (ao menos no Brasil)…  Planos e Preços!

Project Online

Anteriormente você poderia contratar uma versão básica para sua equipe atualizar quadros de horários, acessar sites do projeto no sharepoint e coisas do tipo, e uma versão completa com todos os recursos diponíveis para uma bela gestão de projetos e portfolio. Mas agora tudo mudou pois a Microsoft inseriu uma nova opção no bolo, e retirou algumas também.

Project Online Essentials

O que antes era Project Lite hoje é Project Essentials. Até aqui só temos mudança no nome, pois esta versão continua sendo básica e focada na sua equipe que não gerencia nem projeto nem portfolio, mas sim aqueles que atuam nos projetos e precisam reportar o andamento a seus gestores, bem como acessar os sites e ferramentas de colaboração. Portanto nem pense em adquirir licensas aqui sem ao menos possuir uma das licensas de Project Online Professional ou Premium, pois sem uma delas você não terá muito o que fazer.

Project Online Professional

Aqui temos a grande novidade, pois esta versão não existia e se torna uma nova opção para os gerentes de projetos poderem colaborar e gerenciar projetos contando com a maioria dos recursos da versão Online, como os sites e listas do Sharepoint, permissões de segurança, quadro de horários, relatórios e mais. A versão desktop do Project Professional, e atualizações, está inclusa neste plano podendo ainda ser instalada em até 5 computadores.

Project Online Premium

Por fim o modo completo, que inclui todos os recursos do plano Professional porém com a adição das ferramentas de gestão de portfólio e pool de recursos da empresa, uma função importante e que pode ser decisiva para que você contrate a versão Premium mesmo não precisando gerir portfólio.

Confira a tabela com os novos planos e preços:

Project Planos

Para mais detalhes acesse a página oficial da Microsoft: http://office.microsoft.com

Os valores para o Project Server (local) não são listados na página da Microsoft, é necessário entrar em contato com um parceiro credenciado para consultar os preços e formas de implantação.

Project Professional e Standard

Aqui o negócio é mais simples, basta bisbilhotar a tabela a seguir. Mas antes minha opinião, estritamente pessoal, sobre a versão Standard que, no meu ponto de vista, não compensa. Pelo menos eu, Rubens, não pagaria 3mil em uma versão incompleta deste software, por mais que a versão Professional seja ainda mais cara ela entrega os recursos e a possibilidade de gerenciar um projeto de forma integral e, como o próprio nome diz, profissional. Não tenho dados sobre as vendas ou se vale a pena para a empresa manter a versão mais simples, mas não estou certo se um usuário básico está disposto a pagar este valor por um software Standard com tanta opção e concorrência no mercado. Maaaasss….. Enfim a tabela:

Professional

Por último mas não menos importante: os modelos de contratação da versão desktop sob licença, e de contratação do Project Online somente, sem a versão desktop inclusa, já não estão mais disponíveis. O que isso quer dizer?

Antes era possível contratar o Project Online sem a versão do Project Professional no desktop, para quem já havia comprado o software anteriormente, casos como o meu, era possível contratar só o complemento da versão nuvem e pagar uma mensalidade menor por usuário. Agora ou você paga pelos 2 ou não tem negócio, o que poderá jogar no lixo aquele “pequeno” investimento que você fez na versão local, caso tenha sido recente.

Os usuários que já possuíam o plano contratado com assinatura anual continuam no modelo anterior até seu prazo de renovação, pagando o valor sem alterações.

Espero que este post tenha sido útil e esclarecedor para todos vocês.

Um grande abraço.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s